Home » Esporte, Nacional » Justiça suspende Brasil x Inglaterra; CBF diz ter laudos, e governo recorre


Justiça suspende Brasil x Inglaterra; CBF diz ter laudos, e governo recorre

Uma liminar da Justiça suspendeu nesta quinta-feira o amistoso entre Brasil e Inglaterra, domingo, no Maracanã, por “considerar que o estádio não oferece segurança para o público”, após pedido do Ministério Público do Rio de Janeiro (leia a íntegra no final do texto). A informação foi publicada pelo jornal “Estado de S. Paulo”. A CBF afirmou ter conhecimento da ação, mas garantiu ter todos os laudos necessários para a realização da partida. Em nota, o governo do Rio de Janeiro afirmou que já recorreu da decisão.

(Foto: Reuters)

“Todos os requisitos de  segurança para o amistoso Brasil e Inglaterra foram cumpridos e, por uma falha burocrática, o laudo da PM que comprova o cumprimento das regras de segurança no Maracanã não havia sido entregue à Suderj”, diz o comunicado. O secretário de Esporte e Lazer do Rio, André Lazaroni, garante que o amistoso será realizado:

- Temos um laudo parcial do GEPE (Grupamento Especial de Policiamento nos Estádios) e entre hoje (quinta) e amanhã (sábado) está sendo feito o laudo para o amistoso de domingo. Já conversamos com o comandante do GEPE e ele fará o laudo final agora liberando o estádio. O estádio está 100% pronto para receber o cidadão brasileiro e pronto para a Copa das Confederações – disse Lazaroni à Rádio Tupi.

Todos os ingressos para a partida, que marcaria a reabertura do Maracanã, estão vendidos (cerca de 70 mil pessoas eram esperadas no amistoso). Durante o treino da Seleção na Escola de Educação Física do Exército, na Urca, a assessoria de imprensa da CBF disse que o diretor jurídico da entidade, Carlos Eugênio Lopes, vai enviar os laudos do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar à juíza da 13.ª Vara de Fazenda da Capital, Adriana Costa dos Santos, que assinou a liminar.

Na concentração da Inglaterra, Gary Neville, auxiliar do treinador Roy Hodgson, ficou surpreso com a possibilidade do cancelamento do jogo e chegou a brincar antes da entrevista coletiva:

- Esse jogo? De domingo? Vamos jogar na praia então – disse, rindo.

Representantes da federação inglesa se reuniram em uma sala do hotel, no Leme, após serem comunicados por jornalistas do problema na Justiça. Em seguida, a assessoria de imprensa afirmou que não há ordem para a suspensão do amistoso e que a partida será realizada.

De acordo com a liminar, a CBF, o Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo e o presidente das duas entidades, José Maria Marin, terão de pagar multa de R$ 1 milhão caso o jogo seja realizado.

Fonte: Globoesporte.com

Deixe seu comentário