Home » Geral » Começa a revitalização da sinalização de trânsito com semáforos na BR-343 em Campo Maior


Começa a revitalização da sinalização de trânsito com semáforos na BR-343 em Campo Maior

As ruas e avenidas de maior circulação de pessoas e veículos de Campo Maior terão a sinalização revitalizada, com a implantação também de dois semáforos na BR-343. Os sinais luminosos serão instalados no cruzamento da BR com a Avenida Nilo Oliveira e outro na Praça da Bandeira.

O trabalho de revitalização da sinalização vertical e horizontal está sendo realizado pela Prefeitura municipal, através da Secretaria Municipal de Trânsito, em parceria com o Governo do Estado, que liberou emenda do deputado Paulo Martins.

O deputado Paulo Martins explica que a revitalização da sinalização das ruas e avenidas de Campo Maior faz parte do Programa de Mobilidade Urbana e tem como meta auxiliar motoristas e pedestres que fazem tráfego em vias públicas de Campo Maior, objetivando diminuir ainda mais a violência no trânsito.

Paulo Martins lembra que foram acrescidas a implementação das sinalizações horizontal e vertical da Avenida Surubim e a Orla do Açude, bem como a instalação de semáforos no perímetro urbano da BR-343 em Campo Maior. “Estamos destinando essa emenda que fará uma revitalização total da sinalização em Campo Maior priorizando as vias mais movimentadas de Campo Maior”, explica o parlamentar.

O secretário de Trânsito, Vitor Farias, disse que o trabalho começou com a fixação de placas na Avenida Alto Longá, iniciando no cruzamento com a BR-343 até a saída para a cidade de Coivaras. “Na próxima semana faremos a substituição das chamas placas aéreas e depois a instalação dos novos semáforos, que são quatro. Além da BR, serão também dois novos na Avenida Demerval Lobão”, detalha.

A sinalização desse trecho da BR-343 é uma reinvindicação antiga do ex-vereador Valdemir de Castro (Bibi), que durante todo o seu mandato cobrou junto com a população daquela região, essa melhoria para evitar os inúmeros acidentes e vidas perdidas.

Fonte: Ascom PMCM

Deixe seu comentário