Home » Geral » Várias Comunidades foram beneficiadas com a construção de pontes e passagens molhadas na gestão do prefeito Ribinha


Várias Comunidades foram beneficiadas com a construção de pontes e passagens molhadas na gestão do prefeito Ribinha

Em três anos de gestão, o prefeito Professor Ribinha resolveu o problema de várias comunidades rurais. Tudo com recursos próprios do município, facilitando a vida de quem vive do outro lado de rios como Longá, Marataoan, Pintadas, Surubim e outros que passam por Campo Maior e deixam famílias isoladas e sem acesso durante o período chuvoso. As mais recentes localidades beneficiadas com uma passagem molhada ficam na região do Velame. A próxima será a da Passagem da Negra em parceria com o governo do estado.

VELAME/RESOLVIDO

Com esta obra famílias das comunidades Resolvido, Bandarro, Nova Vida, Boa Saúde, Passarinho, Bezerro, Curicacas, Passa Tempo e Bom Princípio foram beneficiadas com o acesso seguro. No ano passado, na região da Água Branca os moradores da comunidade República receberam uma ponte com 48 metros de cumprimento, sobre o rio Surubim.

REPÚBLICA/ ÁGUA BRANCA

Com a ponte da República foram beneficiadas as comunidades Coelho, Barra das Pombas, São José, Santa Rosa, Mandubé, Mandu, Croatá, além de outroas que facilitou o deslocamento das pessoas e o escoamento da produção de vassouras, um dos produtos de sobrevivências de trabalhadores que comercializam para Altos, Campo Maior e outros municípios.

CAJAZEIRAS/CORREDORES

A comunidade Cajazeira também recebeu um acesso novo que resolveu o problema das famílias residente em varias moradias do outro lado do rio. A passagem molhada ajuda os moradores de varias comunidades da região chegar sem dificuldade na travessia do rio a Campo Maior, Coivaras e Alto Longa.

SÃO PEDRO/SÃO MATEUS

Quem não lembra das antigas reivindicação das pessoas que residiam nas localidades São Pedro, Triunfo, São Mateus, Jatobazal, Passarela e acesso a PI- 115 rumo a Castelo do Piauí. A ponte que existia era de madeira, não durava dois invernos e  era reformada. Quando o prefeito Ribinha assumiu, a população reivindicou e foi construída uma ponte de concreto para suportar a passagem de veículos com até 30 toneladas.

LAGOA SECA/TATUS

Os moradores das comunidades Lagoa Seca, Santa Helena, Estreito, Tatus e outras vizinhas estão passando com mais segurança para Campo Maior, José de Freitas, Cabeceiras e municípios da região sem dificuldades no período chuvoso. Após vândalos queimarem uma ponte de madeira, o prefeito construiu um acesso de concreto. “Todas estas obras foram construídas com recursos próprios do município”, disse o prefeito, mostrando onde tem investido os recursos públicos dos impostos da população.

Fonte: Ascom PMCM

Deixe seu comentário