Home » Esporte » Atleta de Campo Maior ganha vaga e passagens para o Mundial de Jiu-Jitsu nos EUA


Atleta de Campo Maior ganha vaga e passagens para o Mundial de Jiu-Jitsu nos EUA

O atleta campo-maiorense Carlos André “Jacaré” se sagrou campeão da última etapa do circuito Norte Nordeste de Jiu-Jitsu que aconteceu domingo (20) em Teresina-PI. Campeão faixa Roxa em duas categorias de peso (Leve e Meio Pesado) e terceiro no absoluto, Carlos André terminou o circuito como número um (01) do Ranking.

Maior representante do esporte campo-maiorense nos últimos anos com inúmeros títulos e medalhas, Carlos André está muito próximo de realizar um sonho de todo atleta. Com o resultado obtido no último fim de semana, o atleta de Campo Maior conquistou vaga e passagens aéreas para lutar o MUNDIAL IBJJF que será disputado nos Estados Unidos da América em 2020.


“Estou muito feliz, pois estou mais perto da realização de um sonho, agora é manter o foco, pois no mês de novembro irei competir o RIO BJJ PRO no Rio de Janeiro e o SUL-AMERICANO em Barueri-Sp. Agradeço primeiramente a Deus, minha família, mestre @duduoliveirabjj , meus irmãos de treino do @cteoliveirateam e meus alunos do @projetocidadaovestekimono.”, postou Carlos André em sua rede social.

Atleta do Centro de Treinamento Eduardo Oliveira e da Alliance Parnaíba, atualmente Carlos André é professor de um projeto social sem receber remuneração. O Projeto Cidadão Veste Kimono com o apoio do mestre Eduardo Oliveira (CT Eduardo Oliveira) e Daniel Correia (Alliance Parnaíba) tem formado muitos jovens atletas. Na última etapa do Norte Nordeste de Jiu-Jitsu, atletas (crianças e jovens) do projeto conquistaram nove (09) medalhas, sendo três (03) ouros, cinco (05) pratas e um (01) bronze. No geral Campo Maior conquistou 15 medalhas.

“Não posso deixar de agradecer aos parceiros que acreditam em mim. Disbepi Distribuidora de Bebidas Piauí, kleber Delta cm, R.Almeida Construtora, Santiago Advocacia, Oficina do Corpo, Anderson Bacelar, Pedro Barroso Personal, Espaço Dayse Almeida, Alyson Pereira fisioterapeuta.” agradeceu Carlos André.

Deixe seu comentário