Home » Geral » Governador assina decreto que cria o Parque Estadual da Serra de Santo Antônio


Governador assina decreto que cria o Parque Estadual da Serra de Santo Antônio

O governador Wellington Dias assinou, na tarde desta segunda-feira (08/07), os decretos de criação de três novos parques ambientais em diferentes áreas do Piauí. Trata-se da efetivação de uma política de governo que alia preservação e desenvolvimento. A audiência de assinatura contou com a presença da secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Sádia Castro; do secretário de Governo, Osmar Júnior; e do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Frederico.

Serra de Santo Antônio em Campo Maior-PI / Foto: Valdemir Júnior

A Lagoa do Portinho, entre os municípios de Parnaíba e Luís Correia, no litoral, agora torna-se uma Área de Relevante Interesse Ecológico (Aire). O cartão postal passa a receber uma atenção ainda maior quanto à conservação e proteção da fauna, da flora, preservação das margens, da biodiversidade, além da garantia dos recursos hídricos.

Ainda na região norte do Piauí, no município de Campo Maior, foi criado o Parque Estadual da Serra do Santo Antônio. Entre outros objetivos, o decreto visa estabelecer um controle mais eficaz sobre aquele ecossistema, considerado de extrema relevância local e regional.

A terceira área de proteção fica entre os municípios de Nazaré do Piauí e São Francisco do Piauí. A Lagoa de Nazaré, importante manancial de água para aquela região, passa a receber cuidados especiais para sua manutenção e preservação.

O Piauí passa a contar com sete áreas de proteção em nível estadual. O governo vai desenvolver projetos e apresentar à Agencia Francesa de Desenvolvimento, buscando atrair investimentos para as novas áreas de proteção, com recursos do Fundo das Mudanças Climáticas.

O biólogo Diego Ribeiro Chaves, proprietário da Econ Consultoria e Projetos Ambientais, destacou que a criação do Parque de Preservação Ambiental na Serra de Santo Antônio é uma luta do passado tornando-se uma realidade. Pois foi um projeto iniciado ainda no ano de 2016 com a realização de levantamentos como a medição da altitude, da área do local, marcação dos pontos que dão acesso ao perímetro da serra, entre outros dados. Depois desse trabalho Diego apresentou o projeto na Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do estado do Piauí (SEMAR).

Diego Chaves falando sobre o projeto durante entrevista ao Portal Líder em abril de 2016.

O requerimento de criação do Parque foi de autoria do ainda deputado na época, Antônio Félix. O mesmo foi analisado e aprovado em plenário na ALEPI e reconhecido pela SEMAR como sendo de importante relevância para conservação da natureza local, pela preservação de belezas cênicas, ambientes bucólicos e espaços recreacionais para o desfrute das gerações atuais e futuras.

O biólogo Diego Chaves afirma que a criação do Parque irá dar uma injeção de ânimo na população campomaiorense, já que além de incentivar a preservação do meio ambiente naquele local, o projeto também visa incentivar o potencial turístico da Serra de forma sustentável e responsável, e assim levantar a economia não só de Campo Maior, mas também de cidades como Coivaras, Alto Longá e Altos, que estão diretamente ligadas ao perímetro.

Deixe seu comentário