Home » Policia » Suspeito de assalto a bancos invadiu casa e fez família refém antes de ser preso


  • Policia

Suspeito de assalto a bancos invadiu casa e fez família refém antes de ser preso

Mais um suspeito de fazer parte do grupo responsável pelo roubo de duas agências bancárias de Campo Maior foi preso na madrugada desta segunda-feira (6). O homem foi preso em uma barreira policial na divisa dos estados Piauí e Ceará após invadir a casa de uma família e obrigar o pai a dirigir até o estado vizinho. Com esta prisão, sobe para seis o número de presos suspeitos pelo crime. Oito suspeitos foram mortos em confronto com a polícia.

Pedro Henrique é mais um mineiro envolvido no assalto às agencias em Campo Maior / Foto: Divulgação Polícia

Segundo a Polícia, o suspeito invadiu a casa de uma família na cidade de Cocal. Na casa, estavam um casal e seus dois filhos. Armado com um fuzil, o suspeito se alimentou e trocou suas roupas por roupas da vítima. Após ameaçar a família, ele fez o pai de refém e o obrigou a dirigir o próprio carro até o estado do Ceará.

Com o refém, o suspeito conseguiu ultrapassar o cerco à Cocal que havia sido montado pela Polícia. “Ele tomou esse carro de assalto e a gente avisou para a barreira do estado do Ceará, e lá em Chaval ele foi pego”, contou o secretário de segurança Fábio Abreu.

Pedro Henrique foi preso portando um fuzil, arma que usou para render a família. / Foto: Divulgação Polícia

O suspeito foi identificado como Pedro Henrique de Oliveira Moura, natural do estado de Uberlândia, Minas Gerais. Segundo a Secretaria de Segurança, o suspeito portava um documento o falso.

Os policiais apreenderam com ele o fuzil que havia sido usado para render o casal.

Com a prisão de Pedro Henrique, subiu para seis o número de presos nesta operação contra os assaltantes dos bancos de Campo Maior. Ao mesmo tempo em que oito deles foram mortos em confronto com a polícia.

Fonte: G1/PI

Deixe seu comentário