Home » Política » Oposição tenta união para enfrentar Ribinha em 2020


Oposição tenta união para enfrentar Ribinha em 2020

Um trio formado pelos vereadores de oposição Fernando Miranda, Daniel Soares e Hamilton Segundo, se articula na formação de um novo grupo de oposição ao prefeito professor Ribinha, que tem na sua base atualmente dez vereadores, além da máquina administrativa que consta de 16 secretarias municipais, varias gerências, coordenações, supervisões e um grupo grande de funcionários contratados. O que pode lhe dar uma dianteira de mais de três mil votos em uma candidatura a reeleição já confirmada por ele e pelo ex-prefeito Paulo Martins.

Segundo fontes seguras, os vereadores de oposição estão conversando com algumas lideranças politicas, entre elas os ex-prefeitos João Félix, Marco Bona e recentemente a vereadora Silvia do Caú. A intenção do grupo é continuar conversando com outras lideranças como suplentes e ex- vereadores de Campo Maior, além de lideranças de bairros. E com isso sair no corpo a corpo com o próprio eleitorado.

A família Eugênio também está nesses planos por ter obtido cerca de três mil votos com a candidatura de Devan para deputado estadual na última eleição, porém essa conversa seria com o empresário Helder Eugênio, que lidera a família em Campo Maior e tem pretensões em uma candidatura própria.

Segundo a fonte que forneceu as informações ao Portallider.com, o candidato a prefeito sairia de uma pesquisa feita com os principais nomes, levando em conta o que tiver o melhor índice de aprovação nos levantamentos que serão realizadas a partir de junho deste ano,  assim como o vice e os candidatos a vereadores.

Outro detalhe político do grupo que tenta se formar na oposição, seria não tomar partido com relação ao governo estadual e federal, a intenção é somar o maior número de correligionários possíveis. O ex-deputado Antônio Félix também será ouvido, ele atualmente é o primeiro suplente de sua coligação e com chances de assumir caso os deputados Evaldo Gomes ou Gessivaldo Isaías sejam chamados para assumir alguma pasta no governo do estado ou mesmo no governo municipal da capital piauiense.

Deixe seu comentário