Home » Política » Veja como será a posse de Jair Messias Bolsonaro como novo presidente do Brasil


Veja como será a posse de Jair Messias Bolsonaro como novo presidente do Brasil

O Palácio do Planalto deu detalhes nesta terça-feira (18/12) sobre como deve ser a posse de Jair Bolsonaro como presidente da República, marcada para o dia 1º de janeiro de 2019.

Rota de Jair Bolsonaro na posse presidencial deve ser a mesma da dos presidentes anteriores

A previsão é de que ele saia da Granja do Torto às 15h em direção à Esplanada, onde fará as seguintes paradas:

  • embarcará em 1 carro na Catedral com destino ao Congresso, onde será recebido pelos presidentes das Casas;
  • seguirá para o Palácio do Planalto, onde receberá a faixa presidencial de Michel Temer, posará para foto oficial com seus ministros e fará seu discurso no parlatório;
  • participará de 1 coquetel, no Palácio Itamaraty.

Bolsonaro passará pela Catedral (1), Congresso Nacional (2), Palácio do Planalto (3) e Palácio Itamaraty (4)

Segundo o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), Sérgio Etchegoyen, ainda não há uma decisão se Bolsonaro desfilará em carro aberto ou fechado.

Tradicionalmente, é utilizado 1 Rolls-Royce. O carro foi usado pela 1ª vez por Getúlio Vargas, em 1° de maio de 1953.

Ainda não está claro se Bolsonaro desfilará no automóvel Rolls-Royce na posse. O carro foi usado pela 1ª vez por Getúlio Vargas, em 1° de maio de 1953

CONVIDADOS

Até agora confirmaram presença:

  • 9 chefes de Estado e de governo estrangeiros;
  • 2 vice-presidentes;
  • 8 chanceleres;
  • 2 alto dirigentes máximos de instituições internacionais;
  • 1.000 convites para o coquetel no Itamaraty (com acompanhantes, a expectativa é de até 2.500 pessoas).

Segundo o futuro chefe do GSI, general Augusto Heleno, todos os senadores serão convidados. Com os deputados, será diferente: apenas líderes partidários na Câmara.

Sobre a entrada no Palácio, Etchegoyen se baseou na lotação: 1.000 no térreo, 425 no 2º e 4º andares e 125 no mezanino.

Como é praxe, Michel Temer deixará o Planalto logo após a cerimônia, quando entregará a faixa presidencial ao sucessor.

SEGURANÇA

Cerca de 1 milhão de pessoas são esperadas na posse de Bolsonaro.

Itens como mochilas, bolsas e carrinhos de bebê não poderão passar pela revista dos policiais.

Eis os itens que não serão admitidos para quem quiser assistir à posse da Esplanada:

  • garrafa;
  • guarda-chuva;
  • fogos de artifício;
  • apontadores laser;
  • animais;
  • bolsas e mochilas;
  • sprays;
  • máscaras;
  • produtos inflamáveis;
  • armas de fogo;
  • objetos cortantes;
  • drones;
  • carrinhos de bebê.

Pessoas que assistirem à posse poderão levar pacotes pequenos de alimentos, como biscoitos e salgadinhos. Ambulantes não serão permitidos.

Serão disponibilizados ao longo da Esplanada postos de atendimento médico e de oferta de água, além de telões.

O ministro não quis revelar o efetivo que será mobilizado. Também não informou se haverá atiradores de elite.

Etchegoyen fala que as ameaças feitas no passado a Bolsonaro ainda estão “vivas” e admite a necessidade de atenção à segurança.

“Cada presidente conduz a uma avaliação de risco, nunca tivemos um presidente que durante a campanha sofreu uma tentativa de assassinato, isso sugere cautela”, falou.

Negou, no entanto, que haverá bloqueadores de celular. Mas sinais eletromagnéticos de drones e frequências clandestinas serão bloqueados.

ESPLANADA FECHADA

A Esplanada dos Ministérios será interditada de 0h do dia 30 de dezembro até 8h de 2 de janeiro.

Pedestres só poderão acessar por entradas próximas à rodoviária, passarão por 4 linhas de revista pessoal.

Haverá 5 entradas para carros, mas apenas os credenciados, como os de autoridades poderão entrar.

A estimativa é vaga e fala numa faixa de 250 mil a 500 mil pessoas assistindo ao evento na região central de Brasília.

Com informações do site Poder 360

Deixe seu comentário