Home » Geral » Piauí registra mais de seis mil focos de incêndio somente este ano


Piauí registra mais de seis mil focos de incêndio somente este ano

Mais de seis mil queimadas foram registradas somente este ano no Piauí. A maior parte, cerca de 75% aconteceram entre os meses de agosto e setembro. Esse dado representa um aumento de 60% em relação ao ano passado.

Na região de Tanque do Piauí, 223 km de Teresina, por exemplo, um incêndio durou dois dias até ser controlado a partir de pedidos de ajuda pelos moradores da localidade. Segundo o tenente Everton Almeida, do Corpo de Bombeiros, a maioria das queimadas são originadas de ações das pessoas.

“Das ocorrências de fogo em vegetação, 98% é consequência de ato humano. A pessoa vai tocar fogo no lixo ou limpar um terreno e acaba usando fogo. Muito difícil ser por causas naturais, mas podem ocorrer também. Por conta do tempo, que está muito seco e por esse período que venta muita, isso facilita que propague as chamas”, disse o tenente.

O climatologista Werton Costa explicou que a baixa umidade relativa do ar, do solo e das matas têm maior facilidade de acontecer queimadas.

“Nós temos muita vegetação ressecada, principalmente vegetação rasteira e essa é um combustível ideal para futuros focos de incêndio”, esclareceu o especialista.

Em todo o estado, há apenas quatro brigadas de incêndio e quatro sedes do Corpo de Bombeiros, mas para Gildênio Sousa, coordenador do programa Prev fogo, trabalhar na educação na prática de queimadas na agricultura é mais eficiente do que criar mais brigadas.

“A gente trabalha com a questão do comportamento do homem. Não queremos mais brigadas, se não a gente está se rendendo ao fogo. A capacidade é tão quantitativa porque a gente está aceitando a realidade de incêndios florestais no Piauí e no Brasil. A tentativa hoje é desconstruir um grupo qualificado, treinado e não só um combate emergencial, mas estar presente o poder público e orientar essas pessoas”, disse o coordenador.

Fonte: G1/PI

Deixe seu comentário