Home » Geral » ATENTADO: Jair Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Juiz de Fora-MG


ATENTADO: Jair Bolsonaro leva facada durante ato de campanha em Juiz de Fora-MG

O candidato a presidência pelo PSL, Jair Messias Bolsonaro, que inclusive tem liderado todas as pesquisas de intenção de voto, sofreu um atentado contra sua própria vida durante uma caminhada na cidade de Juiz de Fora-MG na tarde desta quinta-feira (06/09). Segundo a Polícia Militar de Minas Gerais, o presidenciável foi esfaqueado na região do abdômen.

Bolsonaro é retirado às pressas por seguranças após ataque em Juiz de Fora (Foto: Fábio Motta/Estadão Conteúdo)

Bolsonaro foi levado para a Santa Casa de Juiz de Fora, no setor de urgência e emergência, mas o hospital não informou o estado de saúde dele. Mas segundo outras informações Bolsonaro foi levado para a sala de cirurgia e será operado, pois há suspeita de lesão no fígado e na alça intestinal

Bolsonaro é atendido em hospital de Juiz de Fora após ser alvo de facada (Foto: Arquivo pessoal, G1)

Segundo os filhos de Bolsonaro, o ferimento foi superficial e ele passa bem. “Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora em Juiz de Fora, uma estocada com faca na região do abdômen. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele passa bem. Peço que intensifiquem as orações por nós!”, escreveu Flávio, que é candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro. Em entrevista por telefone à GloboNews, Flávio disse que o pai levou seis pontos na região do abdômen.

Adélio Bispo de Oliveira, suspeito de esfaquear o candidato a presidente Bolsonaro (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

A Polícia Militar de Juiz de Fora confirmou que o suspeito do crime foi preso em flagrante e levado para a superintendência da Polícia Federal na cidade mineira para prestar esclarecimento. O elemento foi identificado como Adélio Bispo de Oliveira.

Atualizada às 22:27 de quinta-feira (06/09):

O candidato à Presidência pelo PSL não deverá receber alta hospitalar antes de “uma semana ou 10 dias”, disse em coletiva de imprensa na noite desta quinta-feira (6) o médico Luiz Henrique Borsato, da Santa Casa de Juiz de Fora. Ele foi um dos cirurgiões que operou o candidato, atingido por uma facada durante ato de campanha nesta tardena cidade mineira.

“Antes de uma semana ou dez dias, ele não vai receber alta”, afirmou o médico. Ele ressaltou que o prazo é uma estimativa e que tudo dependerá de como evoluir a recuperação de Bolsonaro.

CONFIRA ABAIXO ALGUNS VÍDEOS DO MOMENTO DO ATENTADO:

Deixe seu comentário