Home » Geral » Preço da gasolina diminui em média R$ 0,22 na capital Teresina


Preço da gasolina diminui em média R$ 0,22 na capital Teresina

Lei impede que consumidor continue abastecendo após o clique da bomba de segurança (Foto: Marcelo Brandt/G1)

A gasolina teve uma redução no valor que agradou a população teresinense. Porém, as pessoas ainda esperam que o preço diminua ainda mais. No período da greve dos caminhoneiros, a gasolina aumentou e, para encher o tanque, o custo chegou a variar até R$ 50 comparado ao mesmo período do mês anterior.

Mas essa situação mudou, o preço da gasolina dez dias atrás custava entre R$ 4,59 e R$ 4,80 em média. Atualmente, está custando entre R$ 4,37 e R$ 4,49, com isso, se vê uma redução de R$ 0,22. Em alguns postos as filas sempre estão grandes e lotadas devido à diminuição desse valor.

O valor da gasolina depende de vários fatores, como explica o presidente do Sindicato dos Donos de Postos, Alexandre Valença. “A Petrobras define um preço de petróleo que tem a variação do dólar. E o preço do petróleo varia por conta de algum desastre natural ou alguma reunião da OPP que resolva mexer no preço, depende de que país está sendo importado o petróleo, se está sendo importado do Oriente Médio, se tá sendo importado da Venezuela, isso tudo interfere nos custos. A mesma coisa é o etanol”.

Alexandre ainda explica que o valor do combustível funciona como uma bolsa de valores. “O preço final da gasolina tem muitas variáveis, é quase uma bolsa de valores”.

Um consumidor que estava abastecendo no posto, disse que o valor está bom, mas se diminuir será bem melhor. “O preço tá bom, mas se abaixar mais vai melhorar bastante pra gente”. É quase impossível prever uma nova redução, o que se sabe é que a baixa dos preços está diretamente relacionada com os impostos e esses não devem ser reduzidos tão cedo.

“Temos uma carga tributária muito pesada no setor e isso aí eu acho improvável que haja redução maior de imposto até porque o país está em déficit fiscal então ele abrir mão de receita uma hora dessas é extremamente complicado apesar da gente achar que há possibilidade para isso, mas os governantes que é quem na verdade mandam na questão de pauta de imposto não estão disposto a baixar”, disse Alexandre Valença sobre a redução dos preços.

Fonte: G1/PI 

Deixe seu comentário