Home » Geral » Estudante de Campo Maior recebe prêmio internacional em feira científica


Estudante de Campo Maior recebe prêmio internacional em feira científica

O aluno do 3º ano da Escola Técnica Pública Estadual, João Victor Silva Pereira recebeu um prêmio internacional na V Expo Nacional MILSET Brasil, com o projeto ‘Perfil do Transtorno Mental Comum em Alunos Ingressos no CETI Candido Borges em Campo Maior-PI’. O evento reuniu diversas categorias internacionais de ensino e aconteceu nos dias 29, 30, 31 de maio e 1° de junho em Fortaleza, Ceará.

Dez projetos brasileiros foram escolhidos para formar a delegação brasileira e do Piauí, a cidade Campo Maior foi contemplada. O estudante piauiense disse que se sentiu honrado em representar o estado em uma feira internacional, pois concorreu com pessoas de projetos de altos níveis do Brasil e de várias partes do mundo.

“É muito gratificante. Eu não esperava, confesso. Ainda estou em estado de emoção. Além de ser o único a carregar o nome do meu estado em uma feira onde se encontravam tantos lugares e pessoas com projetos diferentes e grandiosos, saber que sou o representante do meu Piauí no mundo é sem dúvida muito gratificante” disse o estudante.

O Mouvement International pour le Loisir Scientifique et Technique (MILSET) reuniu mais de 120 projetos nacionais e internacionais com premiações de credenciamento. O trabalho do João Victor foi o único que representou o Piauí na exposição. O estudante conta que foi desafiador e que seu projeto representará o país em Abu Dhabi, na ESI MUNDI ÁSIA, em 2019.

“O evento é como se fosse uma Copa, acontece a cada dois anos em lugares diferentes do mundo e só os melhores tem o privilégio de participar. É de extrema importância pra o Piauí, por que vai estar lá uma única pessoa representando o Estado. De Campo Maior pra Ásia, agora é uma conquista tremenda pra mim”, falou João Victor.

O projeto do estudante recebeu o apoio de professores e profissionais da área da saúde, o que garantiu maior consistência a sua pesquisa. “Eu tive auxilio do Centro de Valorização a Vida (CVV), psicanalistas, assistentes sociais e a minha professora orientadora e enfermeira, Silvana Orsano. Então todo mundo trabalhou em união para que desse tudo certo. Eu entrei com a pesquisa de dados e eles com as intervenções ” contou João.

A professora Silvana Orsano se disse orgulhosa da conquista do aluno, mas lamentou a falta de reconhecimento que o prêmio tem no estado. “Nós fomos premiados e pra mim é uma honra, quando eu, como professora, levo um aluno do Estado para feiras como esta e levar a nossa bandeira para o exterior, pois somos os únicos a representar o Piauí. Ficamos felizes, porém é uma pena não termos reconhecimento para uma premiação tão honrosa. Precisamos de quem valorize nosso Piauí”, disse a professora, bióloga e enfermeira Silvana Orsano.

Deixe seu comentário