Home » Esporte » COPA DO BRASIL: Altos passa de fase e Parnahyba deixa escapar a vaga no último lance


COPA DO BRASIL: Altos passa de fase e Parnahyba deixa escapar a vaga no último lance

A noite de quarta-feira foi de emoções bem distintas para os dois representantes do Piauí na Copa do Brasil. Enquanto o time do Altos passou para a segunda fase da competição ao vencer a equipe do Atlético-GO por 2×1 no Estádio Felipão na terra da manga, o time do Parnahyba deixou escapar a vaga no último lance ao sofrer o empate do Coritiba (1×1).

ALTOS 2×1 ATLÉTICO-GO

Com a vantagem do empate, o Atlético-GO encontrou um adversário impulsivo no primeiro tempo. Com o atacante Joelson querendo jogo, o Altos construiu com ele as principais jogadas de ataque que obrigaram o goleiro Klever a trabalhar muito – foram cinco finalizações diretas. Mesmo com um meio campo cheio, a equipe de Cláudio Tencati acabou sufocada pelo volume ofensivo do time de Waldemar Lemos. Aos 34, o lance do gol do Jacaré: Manoel foi derrubado na área, e o juiz marcou pênalti. Na batida, sem chances para Klever, o atacante comemorou seu primeiro gol no ano.

Fotos: Globoesporte.com

No segundo tempo, Tencati tirou gente do meio e colocou Wesley Natã e Júlio Cesar no ataque – mexida que trouxe mais vida ao Dragão. Waldemar Lemos preservou a equipe do Altos no segundo tempo. O ponto alto da etapa final foram dois minutos cruciais. Aos 10, Américo sofreu pênalti. O Altos poderia ampliar, mas Joelson foi parado por Klever. No lance seguinte, o zagueiro Hugo Gomes pegou um rebote e empatou. Com o resultado desejado, o Atlético reduziu a velocidade e viu o Alviverde abatido. Quando iria ser substituído, Joelson teve sua redenção. O atacante pegou o cruzamento, comemorou o 2 a 1 e a classificação. O jacaré enfrenta o Bragantino na próxima fase, a data do confronto será ainda divulgada pela CBF.

A jovem, porém vitoriosa equipe do Altos, conseguiu pela segunda vez em sua história a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil. Ano passado o jacaré eliminou o CRB-AL e na segunda fase ficou pelo caminho ao perder nos pênaltis para o Criciúma em Santa Catarina.

PARNAHYBA 1×1 CORITIBA

Coxa e Parnahyba tiveram 45 minutos iniciais de preguiça. E não é exagero. Cautelosos – o time do Paraná jogando pelo empate, e a equipe do Piauí sem querer atacar – o pequeno público no Albertão teve sono. Com passes lentos, sem objetividade e ninguém querendo arriscar, a primeira finalização do time de Sandro, aos 17, foi um chute isolado de Kleber. Para salvar o primeiro tempo frio, aos 27, Iago e Vitor Carvalho pararam em Alex Santos. O lateral salvou por duas vezes seguidas os chutes de dentro da grande área.

Na segunda etapa o Parnahyba que jogava por uma bola, conseguiu, aos 3 minutos, o seu objetivo. Fabinho escorou o chute de Idelvando, a bola beijou a trave e entrou. A expulsão de Marcos Gasolina poderia deixar o Coxa com mais campo, ter mais liberdade para ir atrás do empate. Não foi o que aconteceu. Lento, sem criatividade, a equipe parecia ver com naturalidade o relógio correr. O rival, com boa atuação do goleiro Cesar, se fechou. Nos sete minutos de acréscimo, o Coxa encontrou tempo para pressionar. No último lance, conseguiu o empate após o goleiro Wilson ir para a área e ajudar no ataque. Ele subiu junto com William Matheus, que tocou por último na bola.

O rival do Coritiba será o Uberlândia. A data do confronto ainda será divulgada pela CBF. Na segunda fase, em caso de empate, a decisão da vaga vai para os pênaltis.

Deixe seu comentário