Home » Policia » Após inauguração emergencial, presídio de Campo Maior é desocupado e detentos transferidos


  • Policia

Após inauguração emergencial, presídio de Campo Maior é desocupado e detentos transferidos

Inaugurado de forma emergencial devido a superlotação na Central de Flagrantes de Teresina, a Penitenciária Nelson Mandela (Nome este que será mudado), em Campo Maior, foi desocupada na madrugada deste domingo (17) durante a segunda fase da Operação Habitar. Ao todo, 43 presos foram transferidos para a Casa de Detenção de Altos.

Segundo o secretário de Justica, Daniel Oliveira, a remoção dos presos fez-se necessária para fins de garantir o respeito da ordem pública. A unidade está prevista para funcionar em definitivo a partir de outubro.

Presos foram transferidos para Casa de Detenção de Altos (Foto: Divulgação/Sejus)

“Por questões de segurança os presos foram transferidos, uma vez que a penitenciária foi inaugurada de forma provisória. Até a inauguração definitiva, em outubro, as instalações serão concluídas e não vamos receber mais detentos”, declarou no secretário.

Conforme a Secretaria de Justiça (Sejus) do Piauí, a transferência iniciou às 20h de sábado (16) e foi concluída às 4h deste domingo com sucesso. Por segurança, policiais militares permanecerão durante todo o dia na Casa de Detenção de Altos.

A operação contou com apoio do Comando Geral da Polícia Militar e cerca de 40 policiais militares envolvidos da Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (BPRone), 8º Batalhão, 15º Batalhão, 16º Batalhão e Grupo de Intervenção da Polícia Militar.

“Apenas um pequeno incidente foi registrado durante a execução. Alguns agentes penitenciários se recusaram a dar cumprimento a ordem do Secretário de Justiça e do Tribunal de Justiça para receber os presos, nos certificamos o ocorrido e vamos encaminhar o fato para as autoridades competentes”, informou o major Marcos Lima, chefe de operação.

Fonte: G1

Deixe seu comentário