Home » Geral, Saúde » População continua a reclamar da Saúde Municipal


População continua a reclamar da Saúde Municipal

São inúmeras as reclamações diárias que chegam ao portallider.com sobre a situação da saúde municipal de Campo Maior, populares reclamam de postos de saúde fechados e da falta de medicamentos. A nossa reportagem traz de volta matérias publicadas por esse site e que estão até agora sem solução.

A unidade Básica de Saúde do Bairro de Flores na cidade de Campo Maior começou a ser construída em 2011 e foi  concluída no inicio de 2014, mesmo com o prédio pronto a UBS nunca funcionou e chegou a ser abrigo de usuários de drogas e prostituição.

Mesmo diante dessa situação, o Ministério da Saúde liberou mais recursos para Campo Maior para a construção de outras unidades básicas de saúde nos bairros Cidade Nova, Fripisa e uma na própria Secretaria Municipal de Saúde.

CAPS DE CAMPO MAIOR

A Professora Rosário Pinho procurou a nossa equipe de reportagem para denunciar que já está a dois meses procurando o medicamento “NIFEDIPINO” NO CAPS de Campo Maior e recebe o não como resposta. A professora comentou que o medicamento não é tão caro e tem condição de comprá-lo, mas é obrigação do município fornecer à população. Tentamos contato com a gerência do CAPS por telefone, mas não fomos atendidos.

SAMDU DE CAMPO MAIOR

O principal Posto de Saúde do município de Campo Maior (SAMDU) está fechado a mais de oito meses, tudo por conta de uma reforma feita pelo município com recursos do Ministério da Saúde. O SAMDU sempre funcionou como um hospital para a população, que se utiliza dos serviços ambulatoriais do SUS.

A obra de reforma do SAMDU custou aos cofres públicos R$ 145.538,64 e iniciou no dia 20 de janeiro de 2014, sobre a responsabilidade de uma empresa do Sr. Osvaldo Ibiapina, que ainda não entregou oficialmente a obra e não se sabe o motivo. Outra placa colocada na reforma anuncia mais de R$ 2 milhões para melhorias na saúde de Campo Maior.

Deixe seu comentário