Home » Esporte, Local » COMERCIAL ATLÉTICO CLUBE: De um passado recente de glórias para uma de suas piores crises na história


COMERCIAL ATLÉTICO CLUBE: De um passado recente de glórias para uma de suas piores crises na história

Comercial Atlético Clube, fundado em 21 de abril de 1945, tem como símbolo um bode e passou ao futebol profissional em 1950, teve como fundadores Antônio Rufino de Sousa, José Neiva, Pedro Mesquita e outros, Mestre Antônio Neves foi o técnico que mais tempo passou em uma equipe de futebol (45 anos). A torcida azulina esperou 65 anos para comemorar o seu primeiro título estadual da 1º divisão, antes disso, o Comercial foi campeão da 2º divisão em 2004

A campanha do título do bodão em 2010 foi arrasadora: 47 pontos, 13 vitórias, 8 empates e 3 derrotas, ainda por cima o azulino não perdeu se quer um jogo dentro do Estádio Deusdetehe de Melo em Campo Maior e ainda teve o artilheiro do campeonato, o matador Zé Rodrigues com 15 gols marcados. Os jogos mais marcantes da campanha foram a final do 1º turno em Barras, quando o bodão venceu de forma espetacular por 3×2, esse dia também foi marcado pela invasão da torcida comercialina no Estádio Juca Fortes; o outro foi a final do 2º turno contra o Flamengo-PI, quando o Comercial venceu de virada por 2×1 e a torcida azulina pôde finalmente gritar É CAMPEÃO! Tudo isso foi fruto de uma diretoria empenhada e esforçada, de uma torcida apaixonada e de um time maravilhoso, raçudo e que jogou com amor à camisa.

 

No ano seguinte o Comercial enfrentou um gigante do futebol brasileiro na Copa do Brasil, o Palmeiras foi o adversário. Na primeira partida o bodão perdeu por 2×1 e levou a decisão para o segundo jogo no Estádio Pacaembu em São Paulo, lá o time azulino ainda saiu na frente, mas o gol foi mal anulado pela arbitragem e o 1º tempo acabou 0×0. Na 2º etapa o time campomaiorense teve dois jogadores expulsos, com isso o Palmeiras teve mais facilidade e marcou 5 gols, mas mesmo com dois a menos o bodão ainda conseguiu balançar a rede do time paulista e o goleiro Neto ainda defendeu um pênalti do chileno Valdívia.

Comercial X Palmeiras pela Copa do Brasil 2011

Em 2011, o Comercial também disputou a série D do Brasileirão, não conseguiu passar da primeira fase, mas chegou a vencer grandes equipes como Sampaio Corrêa-MA e Trem-PA. Nesse mesmo ano, o bode foi campeão do 1º turno do estadual, mas acabou perdendo a grande final para o IV de Julho depois de perder o primeiro jogo em Piripiri e empatar o segundo em casa. Mesmo assim o time foi muito aplaudido pela sua torcida, que entendeu o esforço de todos e sabia das dificuldades que o time vinha passando para disputar duas competições. Com a campanha, o azulino ainda garantiu uma vaga na Copa do Brasil 2012.

Comercial X Trem-Pa pelo Campeonato Brasileiro da Série D 2011

Em 2012, foi a vez de outra diretoria assumir, com ela o Comercial ainda conquistou o título do Torneio da Movimentação e garantiu uma vaga na Série D do Brasileirão.

Comemoração do título do Torneio da Movimentação 2012.

Depois disso o time começou a cair aos poucos. A campanha no Campeonato Piauiense já não foi como a dos anos anteriores, a equipe que ficou em terceiro lugar na classificação geral não conseguiu ganhar a confiança da torcida.

Flamengo-PI X Comercial pelo estadual de 2012.

Na Copa do Brasil o Comercial enfrentou a equipe do Fortaleza, no primeiro jogo derrota por 3×2 e no segundo mais uma derrota pelo placar de 3×0. Na série D o azulino fez apenas 5 pontos e não conseguiu passar da primeira fase.

Comercial X Fortaleza pela Copa do Brasil 2012

Mas a crise no Comercial veio mesmo nesse ano de 2013, quando o time ficou de fora do Campeonato Piauiense, deixando a torcida comercialina que depois das grandes campanhas virou a grande maioria na cidade, sem representante na competição. Nesse mesmo ano a torcida azulina recebeu mais uma péssima notícia, a de que o time vai ficar de fora mais uma vez do estadual no ano que vem. A notícia foi a gota d’água para a maior torcida de Campo Maior, são várias as manifestações de revolta nos meios de comunicação, a torcida apaixonada do bodão não aceita o que está acontecendo atualmente com o time. A justificativa da diretoria é de que o Comercial ficou de fora do Campeonato Piauiense durante quatro anos e ficar de fora mais uma vez em sequencia não seria uma grande tragédia assim. Será se isso realmente justiça? Depois do Comercial ganhar títulos e ficar bem mais estruturado dentro do futebol piauiense, sendo o time do estado mais bem posicionado no ranking da CBF.

O que fica é a saudade dos tempos recentes de glórias e a esperança de que o Comercial se recupere o mais rápido possível dessa crise para dar mais alegrias à essa torcida maravilhosa.

Deixe seu comentário